Segunda-feira, 21 de Fevereiro de 2005

Libertação

Nu.jpg
Suave e doce,
apareceu de mansinho,
não tomou posse,
mas já tem o seu cantinho.

Sempre muito reservada,
com ar muito triste,
vai cantando a vida passada,
e aquela que ainda existe.

E tu quem serás?
apareceste vinda do nada,
já chegaste ficarás?
ou serás também uma fada?

De coração despedaçado,
vai cantando com ternura,
vai desfiando o seu fado,
que a pode levar à loucura.

Espero que o futuro,
te trate com bondade,
seja muito menos duro,
e te traga felicidade.
publicado por crowe às 09:56
link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito
Sexta-feira, 18 de Fevereiro de 2005

Traço

Olho...vejo
Desvio o olhar sem deixar de vêr...
Traço no papel, um risco fino
Desenho, crio...
Troco de folha
Faço um traço mais grosso...
Uso a borracha...apago o que fiz
Olho...vejo
Volto a desviar o olhar sem deixar de vêr a folha de papel
Experimento um novo traço...
Não é isto que quero!
Rasgo a folha...desespero
Olho...vejo...
Já sei...troco de lápis...
Troco de côr...
Forte...vermelho não
mas forte...
Castanho...natureza...
É isso...
Olho...vejo...
Não desvio o olhar da folha...
Apoio a mão e fixo o lápis...
Traço...um risco...
Não pode ser...
É igual...
Troco de folha...troco de lápis....
Volto a traçar.....
Fecho os olhos...já não vejo...
Continuo a traçar....
Páro....
Olho...vejo...
Não desvio o olhar...


Não tracei o que quis...
Tracei o que sentia!
Tracei o meu desejo...
Mas não tracei o que devia!
publicado por crowe às 21:57
link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito

Misterios que se conhecem

TNeric_032[1].jpg


Todos te acham um mistério;
envolta em segredo
às vezes com um ar sério,
pensam se terás medo.

Medo não tens é verdade,
Séria nem sempre o és,
Gostas da tua privacidade,
E também de dar uns valentes pontapés.

Afinal quem serás?
até o mar esconde os seus baús,
talvez um dia sejas capaz,
e então se faça luz.

De excelente sentido de humor,
perspicaz e inteligente,
dá por vezes ar de doutor,
Até mesmo quando ferra o dente.

É bom ter-te por perto,
pessoa de pouca vaidade,
olhar atento e desperto,
é bom ter a tua amizade.
publicado por crowe às 18:20
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito

Corvos, passos e utopias.... (pequena carta aberta de uma pluma)

Sempre pensei que nunca me veria envolvida em virtualidades....
Sempre achei que as virtualidades, seriam palavras soltas sem sentimentos...
Sempre tive a certeza, que era superior e inatingível a uma data de coisas e situações «menores»...

Depois de algum tempo, mudei de ideias... conclui que as virtualidades na sua essência são «pessoas». Em alguns casos «PESSOAS»...
Descobri que entre muitas brincadeiras, emoções e sentimentos se descobria as verdadeiras «cores» dessas pessoas... J

Adorava ser pintora e pintaria algumas delas....

Pintaria os corvos de mil cores, não seriam uma «evolução» mas sim uma «revelação» todos os dias, uma cor diferente....

Pintaria os Passos do caminho da «virtualidade» de cores doces, suaves, poéticas, límpidas sem qualquer sombra no caminho...

Pintaria as Utopias, de sentimentos, realidades e emoções ....

Daria a todas elas formas, cores e relevos...

Seriam recordados para todo o sempre....

Penduraria cada um dos seus retratos numa parede....

Na minha PAREDE....


Não vou revelar a autoria hehehe apenas posso dizer que é de uma leitora, que encontrou nesta forma, a maneira de nos agradecer todos os pequenos momentos de prazer, que tem tido, ao ler-nos
publicado por crowe às 17:55
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito

Heresia

Olho para trás
para o caminho andado.
Será que fui perdoado?
Que raiva, meu Deus,
não ser um dos teus!
.. e teria que ser perdoado?
Será este o fado que me está guardado?

Sim Deus... é contigo que falo!
Estás aí?
Muito ocupado por certo,
para veres o que se passa aqui!

Diz-me, se é que me ouves:
eram precisos sentimentos?
Não Te bastava, para o homem, o barro
e para ela
a costela?
Para quê complicar tudo?
Nada dizes...deves estar mudo!!

Tinhas outra escolha à mão!
Se escolheste os sentimentos,
Porquê manter a razão?

Ok...já percebi!
Tentarei desenrascar-me sem Ti!
... mas se tiveres um minuto que seja,
faz qualquer coisa que se veja!
publicado por crowe às 16:33
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
Quinta-feira, 17 de Fevereiro de 2005

Black Iced

oeil1.jpg

Alguém já cantou,
que eras especial,
e ate pensou,
que eras única afinal.

Há quem se sinta atraído,
por essa inteligência,
e ande convencido,
que será uma boa experiência

E lá se perguntam afinal quem tu és,
que suscitas tanto interesse,
e que te fartas de dar com os pés,
em tudo quanto aparece.

Dizem que és de gelo,
sempre de nariz arrebitado,
que no nariz tem pelo,
olhar belo mas incendiado.

Um terrível gancho de esquerda,
e não são só ameaças,
não te importas de mandar á merda,
e eu digo ... ó pah és do caraças heheheheeheh
publicado por crowe às 09:14
link do post | comentar | ver comentários (8) | favorito
Quarta-feira, 16 de Fevereiro de 2005

Sem fôlego

Tira-me o fôlego

Retira-mo com um suspiro audível
Como se respirasses pela minha boca

Bebe de mim como se fora nascente

Dança com as minhas pernas

Sente com a minha pele…

Não sei que se passa na minha cabeça,
Perdi todas as ideias e sorrio,
Um sorriso rasgado e feliz,
Por não as encontrar…
Algures no meu âmago, no centro de mim,
Danço e pulo feliz!
Por perder a razão… o centro…
O discernimento! O medo!

Tira-me o fôlego com um olhar que imagino
Que vejo de olhos fechados!
Sem fôlego, e de olhos vendados pelo tempo
E pela vida…
encontraria o caminho a ti
Por entre massas de gentes
Multidões de obstáculos
Porque o caminho até ti é um suspiro audível
Um sorriso que dura todo dia e toda a noite

É mapa impresso na pele
De que sabemos e rimos
Como uma piada privada(que ambos sabemos)
E não divulgamos…

Tira-me o fôlego
Percorre o mapa que traças-te em mim
Sente através de mim…
…
publicado por crowe às 19:48
link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito

§Quase tudo Sobre Nós

§ crowe

§ Passo

§pesquisar

 

§Dezembro 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

§Versus recentes

§ Momentos

§ Mais um!!!!

§ Noite

§ Tu e Eu ... Nós

§ Toca-me

§ Para uma amiga

§ Sou do campo

§ Corvo também entra ... co...

§ Aceitam-se sugestões... ;...

§ Mais um desafio

§Já em papirus

§ Dezembro 2008

§ Abril 2008

§ Março 2008

§ Dezembro 2007

§ Novembro 2007

§ Outubro 2007

§ Setembro 2007

§ Junho 2007

§ Maio 2007

§ Abril 2007

§ Março 2007

§ Fevereiro 2007

§ Janeiro 2007

§ Dezembro 2006

§ Novembro 2006

§ Outubro 2006

§ Setembro 2006

§ Julho 2006

§ Junho 2006

§ Maio 2006

§ Abril 2006

§ Março 2006

§ Fevereiro 2006

§ Janeiro 2006

§ Dezembro 2005

§ Novembro 2005

§ Outubro 2005

§ Setembro 2005

§ Agosto 2005

§ Julho 2005

§ Junho 2005

§ Maio 2005

§ Abril 2005

§ Março 2005

§ Fevereiro 2005

§ Janeiro 2005

§ Dezembro 2004

§ Novembro 2004

§participar

§ participe neste blog

blogs SAPO

§subscrever feeds