Terça-feira, 9 de Novembro de 2004

Destino

A vida tem certezas,


destinos marcados,


alguns sem qualquer beleza,


cercam-nos por todos os lados,


esperando o acontecer,


apesar de tão certos,


não os queremos ver,


mesmo os espíritos mais abertos,


ninguém vai de véspera,


há quem tente antecipar,


mas é só o destino,


embora haja,


quem não queira a creditar,


chamem-lhe karma,


livre arbitreo,


ou outra coisa qualquer,


ele é tão certo,


como o homem ser sol,


e a lua mulher.

publicado por crowe às 14:37
link do post | comentar | favorito
|
1 comentário:
De Mr.Utopia a 9 de Novembro de 2004 às 16:12
Hombre, gostei muito deste poema...:)
Um abraço

Comentar post

§Quase tudo Sobre Nós

§ crowe

§ Passo

§pesquisar

 

§Dezembro 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

§Versus recentes

§ Momentos

§ Mais um!!!!

§ Noite

§ Tu e Eu ... Nós

§ Toca-me

§ Para uma amiga

§ Sou do campo

§ Corvo também entra ... co...

§ Aceitam-se sugestões... ;...

§ Mais um desafio

§Já em papirus

§ Dezembro 2008

§ Abril 2008

§ Março 2008

§ Dezembro 2007

§ Novembro 2007

§ Outubro 2007

§ Setembro 2007

§ Junho 2007

§ Maio 2007

§ Abril 2007

§ Março 2007

§ Fevereiro 2007

§ Janeiro 2007

§ Dezembro 2006

§ Novembro 2006

§ Outubro 2006

§ Setembro 2006

§ Julho 2006

§ Junho 2006

§ Maio 2006

§ Abril 2006

§ Março 2006

§ Fevereiro 2006

§ Janeiro 2006

§ Dezembro 2005

§ Novembro 2005

§ Outubro 2005

§ Setembro 2005

§ Agosto 2005

§ Julho 2005

§ Junho 2005

§ Maio 2005

§ Abril 2005

§ Março 2005

§ Fevereiro 2005

§ Janeiro 2005

§ Dezembro 2004

§ Novembro 2004

§participar

§ participe neste blog

blogs SAPO

§subscrever feeds