Sexta-feira, 19 de Novembro de 2004

Carta a um Herdeiro de Cargo Publico

A ideia de criar este blog, não foi apenas a de facultar um espaço para os seus autores mostrarem a sua veia poética...foi também a de ter um espaço onde se pudesse escrever pensamentos, curiosidades, ou divulgar o que quer que se ache pertinenete ou interessante.
Como tal decidi, postar um artigo, que apesar de abordar o assunto-muito grave-de uma forma engraçada, espelha bem o caos em que se encontra esta província da União Europeia....
Sendo um assunto que nos atinge a todos (e escrevo todos pq não são só os professores que sofrem, apesar de estes sofrerem muito mais, com a situação...Todos nós sofremos, quer como pais, quer como estudantes, quer como cidadãos preocupados com o futuro(????)da nossa sociedade)achei interessante a forma como foi tratado...
Aconselho a que percam uns minutos e deliciem-se....
Um abraço...






"Sua Excelência Primeiro-ministro de Portugal
Sua Excelência Ministra da Educação de Portugal

Como certamente é do Vosso conhecimento, às 3H30 ( três horas e trinta
minutos ) da madrugada do dia 21 ( vinte e um ) de Setembro deste ano de
2004 ( dois mil e quatro ), saiu uma lista de colocação de professores.

Dessa lista constava o meu nome e a colocação que me foi atribuída, sendo
eu colocado na escola de código 344862, código esse referente à escola EB
2,3 de Castro Marim. Vossas Excelências decerto compreenderão a extrema
alegria que para mim significou essa colocação, pelo que foi com grande
pesar que tomei conhecimento que, às 4H15 ( quatro horas e quinze minutos )
da mesma madrugada, a referida lista havia sido retirada e substituída por
uma curta declaração que dava como inválido todo o processo que conduziu à
sua publicação.

Dado que, ao contrário do que é continuamente afirmado pelos membros do
Vosso Governo, a vida está verdadeiramente difícil, dado que não pertenço
às centenas de pessoas que foram por Vós nomeadas para cargos na função
pública e dado o facto de não acreditar que venha a beneficiar de uma
reforma milionária como o Vosso companheiro do PSD Mira Amaral ( apesar de
ter sete anos de serviço ao contrário dos dois anos que ele prestou na CGD
), venho por este meio solicitar que me seja pago o salário correspondente
aos 45 ( quarenta e cinco ) minutos em que estive colocado na escola EB 2,3
de Castro Marim pois esse dinheiro bem falta me faz.

Mais acrescento que, se houver algum problema com o programa informático
responsável pelo processamento dos vencimentos, manifesto a minha
disponibilidade para me deslocar ao Ministério das Finanças para que possa
receber manualmente o que me é devido.

Muito Respeitosamente

Um Professor do 11º Grupo B

PS - Dado o facto de ter usado nesta missiva palavras ou expressões cujo
significado vos possa ser estranho, elaborei um glossário que segue em
anexo a esta carta. Desse glossário constam as palavras em Itálico.

Glossário

11º Grupo B - Grupo disciplinar constituído pelos professores que leccionam
Biologia e Geologia ao 3º ciclo do Ensino Básico e ao Ensino Secundário.

Biologia - Ciência que estuda os seres vivos, os seus processos e as suas
características.

Geologia - Ciência que estuda a matéria mineral, os seus processos e as
suas características.

Matéria Mineral - Matéria que não apresenta as características dos seres
vivos. A matéria mineral caracteriza-se, entre outras coisas, pela completa
ausência de inteligência ou de sentimentos, mesmo nas suas formas mais
primárias. Um pequeno esclarecimento, apesar de todas as evidências nesse
sentido, nem o actual nem a antiga Ministra das Finanças se enquadram nesta
definição.

Ensino Básico - Por muito estranho que Vos possa parecer, não está
relacionado com o ensino das bases que neutralizam os ácidos. O ensino
básico corresponde aos nove anos de escolaridade obrigatória em que são
ministrados os saberes e desenvolvidas as competências consideradas como
essenciais para o desenvolvimento pessoal, social e cognitivo dos alunos.

Ensino Secundário - Ensino de cariz mais técnico e específico que tem como
função preparar os jovens para o seguimento dos estudos a nível
universitário, ou para a sua inclusão numa via profissionalizante.

Professor - Pessoa que ensina algo a alguém. Profissão bastante considerada
e respeitada nas sociedades desenvolvidas. Não confundir com a realidade
Portuguesa em que o professor é um nómada sem direito a estabilidade
profissional, reconhecimento social nem salário condizente com o seu
estatuto.

Escola - Local onde é ministrado o saber e as competências essenciais ao
correcto desenvolvimento pessoal, social e cognitivo dos alunos. Não
confundir com a realidade Portuguesa em que as escolas são armazéns de
miúdos onde professores e auxiliares de acção educativa têm que cuidar dos
filhos dos papás, quando estes pensam que se educa uma criança enchendo-a
de consolas, playstations, telemóveis de último modelo e roupas de marca.

Auxiliares de Acção Educativa - Profissionais que, nas escolas, auxiliam os
professores na sua tarefa de formar pessoal, social e humanamente os
alunos. Não confundir com a realidade Portuguesa em que os auxiliares de
acção educativa são pessoas sem formação específica que, com contratos
precários, salários miseráveis e diminutas hipóteses de progressão na
carreira, lavam escadas, limpam casas de banho e cortam a relva das
escolas.

EB 2,3 - Escolas que ministram os segundo e terceiro ciclos do ensino
básico.

Reforma - Aquilo que a esmagadora maioria dos portugueses recebe depois de
35 anos de serviço ou 60 anos de idade. Excepção feita à Vossa gloriosa
casta.

PSD - Também referido por alguns como PPD/PSD. Agência de empregos
especializada em colocar as pessoas certas nos lugares errados e nos
momentos mais inoportunos, como aliás se pode notar no Vosso caso.

Programa Informático - Software criado por técnicos especializados que,
normalmente, é testado antes de adquirido. Quando manuseado por pessoas
devidamente formadas para o efeito é bastante prático e poupa muito
trabalho.

Manualmente - Com recurso à mão.

PS - Post Scriptum. É uma expressão latina que significa " depois do que
está escrito ". Não confundir com P.S. ( Partido Socialista ) que, apesar
de não se notar, é o maior partido da oposição."




publicado por crowe às 19:06
link do post | comentar | favorito
|
4 comentários:
De crowe a 22 de Novembro de 2004 às 20:47
Por motivos que alguns de vós bem conhecem, esta carta é um espelho de mim! Enfim... num pais em k não se deixa trabalhar quem ker...podemos esperar o k? Um beijo a quem escreveu (colega kando o encontrar encho-o de beijos e abraços) e um sentido agradecimento ao Kilimanjardas o homem k o publicou!
De Mr.Utopia a 22 de Novembro de 2004 às 14:04
Até fiquei boquiaberto. Mas apeteceu-me dar um abraço ao tipo que escreveu isto, ao mesmo tempo que me apetecia esfregar o texto na cara de quem (não) decide e de quem é responsável por todo este processo. Abraços.
De pataininiti algarvia a 22 de Novembro de 2004 às 10:21
E assim tudo foi dito... É por situações destas, também, que Portugal não sai da cepa torta. E mais nada!
De Passo a 20 de Novembro de 2004 às 14:38
Palavras p k :s

Comentar post

§Quase tudo Sobre Nós

§ crowe

§ Passo

§pesquisar

 

§Dezembro 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

§Versus recentes

§ Momentos

§ Mais um!!!!

§ Noite

§ Tu e Eu ... Nós

§ Toca-me

§ Para uma amiga

§ Sou do campo

§ Corvo também entra ... co...

§ Aceitam-se sugestões... ;...

§ Mais um desafio

§Já em papirus

§ Dezembro 2008

§ Abril 2008

§ Março 2008

§ Dezembro 2007

§ Novembro 2007

§ Outubro 2007

§ Setembro 2007

§ Junho 2007

§ Maio 2007

§ Abril 2007

§ Março 2007

§ Fevereiro 2007

§ Janeiro 2007

§ Dezembro 2006

§ Novembro 2006

§ Outubro 2006

§ Setembro 2006

§ Julho 2006

§ Junho 2006

§ Maio 2006

§ Abril 2006

§ Março 2006

§ Fevereiro 2006

§ Janeiro 2006

§ Dezembro 2005

§ Novembro 2005

§ Outubro 2005

§ Setembro 2005

§ Agosto 2005

§ Julho 2005

§ Junho 2005

§ Maio 2005

§ Abril 2005

§ Março 2005

§ Fevereiro 2005

§ Janeiro 2005

§ Dezembro 2004

§ Novembro 2004

§participar

§ participe neste blog

blogs SAPO

§subscrever feeds