Segunda-feira, 10 de Janeiro de 2005

Marés de Fogo

Estava escuro e havia fumo por todo o lado…
Todas as pessoas dançavam à minha volta e eu movia-me sem sentir o chão, pés, corpo ou a respiração!
Cada batimento era como uma onda que me agitava, não ouvia a música só sentia o ardor nos lábios! Tinha sido um roçar de lábios acidental, numa noite como tantas, entre risos e “batucadas”. Estávamos sentados de frente um para o outro, ouvindo uma piada, e no balanço de uma gargalhada os meus lábios roçaram os teus. Senti-me arder! Pousaste a tua mão no meu braço e fiquei com fogo líquido nas veias… tinha de fugir para onde não seguisses!
Continuavas com os dedos nos teus sentado no banco de veludo vermelho! Não suportava olhar-te naquele momento, receando que visses o fogo nos meus lábios… os meus olhos que chamavam os teus! Fiquei horas, teimosamente na pista… sem saber se estava a dançar ou a ser empurrada pelo maciço de corpos que estava ali!
Não conseguia levantar os olhos do vazio e do fumo sabia que olhavas para mim, os lábios estavam electrizados, eu estava com fogo nas veias… tinha que fugir dali sem passar por ti.
O dj decidiu-o por mim quando anunciou a última música.
Senti uma mão no meu ombro e soube que eras tu, já não estava a salvo!
Perdi-me numa maré de fogo quando olhei para ti e sei que de alguma forma saímos dali por uma estrada qualquer… acordei de manhã e tinha frio!
Tinha frio?!?!? Estava recostada num corpo quente e coberta por um edredão… não tinha frio sentia-me fria pelo que tinha acontecido!
Virei-me para te ver… respiravas pesadamente! Percebi que a minha pele escaldava e tinha de fugir de ti… de mim… da necessidade de um toque teu!
A manhã estava cinzenta e fria
Um consolo para os meus lábios
Quentes e doridos
Fugi por entre os nossos corpos quentes, entrelaçados
Não devia ser assim… complicado!
Ia no comboio desviando-me dos olhares
Ia a falar sozinha… não como uma louca!
Como alguém que é chama sem combustível!
Horas depois apareceste e sentaste-te comigo na cozinha olhando-me entre o vapor do café, que fiz demasiado quente!
Não percebeste o meu medo, o porque de me sentir mal com a nossa maré de fogo. O não conseguir sorrir-te… Será que entendes aquilo que receio e necessito?
Se eu cair pelo caminho levantas-me?
Limpas-me o pó que traga agarrado a mim?
Sorris-me e ajudas-me a apanhar os pedaços
Que tenham ficado esquecidos no chão?
Percebes o meu medo da maré de fogo que somos?
Bebeste o café… e saíste!
Marés de fogo agitam-me as noites…
Continuas a queimar-me e eu a questionar-me
Será que percebeste que não precisava de muito, só de um abraço?!
publicado por crowe às 23:10
link do post | comentar | favorito
|
1 comentário:
De Killi a 10 de Janeiro de 2005 às 23:32
Já havia comentado no teu blog....
Volto a deixar a minha opinião.
Transportas tudo aquilo que eu penso de ti para a tua escrita.Por esse motivo é fácil assumir que escreves de um modo "honesto".Tens por isso uma escrita de personalidade forte, sentida sem falsos "rócócós". Não vale a pena repetir aki tudo o k escrevi no teu blog.Basta agradecer-te pelo facto de acreditares na minha capacidade e de me "obrigares" a soltar as palavras.Tem sido um desafio muito interessante.Bjs

Comentar post

§Quase tudo Sobre Nós

§ crowe

§ Passo

§pesquisar

 

§Dezembro 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

§Versus recentes

§ Momentos

§ Mais um!!!!

§ Noite

§ Tu e Eu ... Nós

§ Toca-me

§ Para uma amiga

§ Sou do campo

§ Corvo também entra ... co...

§ Aceitam-se sugestões... ;...

§ Mais um desafio

§Já em papirus

§ Dezembro 2008

§ Abril 2008

§ Março 2008

§ Dezembro 2007

§ Novembro 2007

§ Outubro 2007

§ Setembro 2007

§ Junho 2007

§ Maio 2007

§ Abril 2007

§ Março 2007

§ Fevereiro 2007

§ Janeiro 2007

§ Dezembro 2006

§ Novembro 2006

§ Outubro 2006

§ Setembro 2006

§ Julho 2006

§ Junho 2006

§ Maio 2006

§ Abril 2006

§ Março 2006

§ Fevereiro 2006

§ Janeiro 2006

§ Dezembro 2005

§ Novembro 2005

§ Outubro 2005

§ Setembro 2005

§ Agosto 2005

§ Julho 2005

§ Junho 2005

§ Maio 2005

§ Abril 2005

§ Março 2005

§ Fevereiro 2005

§ Janeiro 2005

§ Dezembro 2004

§ Novembro 2004

§participar

§ participe neste blog

blogs SAPO

§subscrever feeds