Sexta-feira, 14 de Janeiro de 2005

absolutely sinful

As gotas caíam e espalhavam-se pelo mármore do chão. O fumo saia da água quente com preguiça como se estivesse em angústias de a deixar. Eu estava ali deitada, naquela banheira vendo a serra que se estendia aos pés da minha janela. Espreguiçava-me languidamente sentindo as carícias que a água imprimia na minha pele… era como se não tivesse despido o vestido de seda da noite anterior. Queria ficar ali a movimentar-me lentamente deixando gotas escorrerem com suavidade e sem pressas pelo meu braço fazendo: ping!, no chão! Como carícias quentes e sensuais… Levantei-me desnudando também o meu corpo da água quente! E sorri lembrando-me da forma como me desnudaste o vestido. A forma como o senti cair com leveza pelo corpo até ao chão! A sofreguidão com que me olhaste toda a noite, com que disseste em olhares breves que me querias! Adorei brincar contigo ! Sabias que seria tua mas não deixava que me tocasses. Sim, tinha sido o teu demónio naquela noite! A forma como te cobicei os lábios entre a luz ténue das velas mordiscando os morangos que mandaste entregar na minha mesa num total descaso. Conhecias a pessoa que sou, terias que esperar pelo desfecho (Hum, sempre que me lembro dos teus olhos nos morangos que mordiscava… Penso que sentia prazer em te ver comer não no sabor com que impregnavam a minha língua!). Soube que sairíamos juntos quando desci a escada e me olhaste fascinado rindo da conversa que tinha com as pessoas que me acompanhavam! Enrolei-me na tolha sem me secar… sentia-me sensualmente cansada mas adorava a ideia de me sorveres as gotas que restavam. Apenas uma duvida me assolava, como o farias, escalarias a minha janela, ou arrombarias a porta do quarto de hotel onde nos encontrava-mos instalados. Ou, qui ça, subornavas um dos empregados para te deixar entrar à socapa. Talvez um encontro “casual” no átrio do hotel, um convite para tomar uma bebida... Senti frio ... a janela do balcão aberta!!! Quase que jurava que a tinha fechado ... a lareira acesa!!! Quem?? ... ali estavas tu sentado no sofá, a toalha caiu, não sei se com o susto se por outra razão qualquer ... olhaste o meu corpo como se de morangos se tratasse, fiquei sem saber que fazer mas quebraste o impasse, aproximaste-te de mim com olhos cor de fogo, não sei se mero reflexo da lareira e tomaste os meus lábios a tua língua procurou a minha vorazmente. Desapertei a tua camisa, queria sentir o teu corpo desnudado junto ao meu, o teu calor que me começava a contagiar. Dança de roupas como num bailado ficamos, agora tu também, exposto ao meu olhar, a tua boca sorveu as ultimas partículas de agua que a toalha não tinha absorvido, percorrendo o meu corpo centímetro a centímetro fazendo arrepiar, a tua língua soltou-me gemidos em locais onde nunca pensei que tal fosse possível. O fogo que vinha da lareira era um mero prolongamento do calor que emanava dos nossos corpos... deitados no enorme tapete felpudo onde tu saboreavas a minha intimidade tal qual néctar dos deuses, senti o fogo do teu olhar fixado em mim, fechei os olhos e deixei-me levar pela sensação que lentamente se apoderava de mim e me transportava para lá daquele quarto, até locais onde nunca tinha estado até explodir como uma chuva de estrelas cadentes. Dizem que depois da tempestade vem a bonança, mas o meu corpo não queria acalmar pedia mais, uniste o teu corpo ao meu, fundindo- mo- nos lentamente, deixamos de ser indivíduos para sermos unos. Entreguei-me sem reservas e deixei de ter qualquer pensamento até o corpo não suportar mais e deixar, num grito, tudo o que tinha sido acumulado até aquele momento. Acordei, estava na minha cama, que ainda sentia o calor daquela noite onde os sentidos foram levados ao máximo expoente, já não te encontravas, na mesa de cabeceira repousava um prato de morangos ... sorri. A vida seria magnífica se tivesse uma banda sonora e doce como um morango recheado de chocolate!

 

Uma co-autoria da crowe e passo, onde os sentidos se perdem num mar de sensualidade, e não se sabe onde um começa e o outro acaba. Após algumas leituras deste conto, havia sempre algo que não "soava" bem algo que estava um pouco fora do contexto ... pensamos que seria a ultima frase ... após várias consultas resolvemos publicar este pequeno texto que surgiu trazido por um autor anónimo que o cedeu como uma pluma levada pelo vento :-)

" ..... sorri. e languidamente como se tivesse «todo o tempo do mundo», estiquei a mão e segurei um morango. Mordisquei-o. Fechei os olhos e senti uma gota daquela sumarenta preciosidade a escorrer-me pelo canto da boca, foi o suficiente para ser «assolada» pela lembrança de todas as outras «gotas» que tinhas sorvido do meu corpo, um sentimento doce de «dormência» apoderou-se de mim... Abri os olhos. Sorri. E novamente, languidamente, estiquei a mão como se tivesse «todo o tempo do mundo"....

publicado por crowe às 10:53
link do post | comentar | favorito
|
10 comentários:
De pluma a 19 de Janeiro de 2005 às 13:14
o conto está muito bom por sinal «as usual».... mas o Finallll aiiii o FINALLLLLLL...tá lindo, estrondoso, espectacular, fabulástico, divinalllll, assombrosooooo, aiiii aiiii morangos !!!!!! ehehehehehehe DIGO MAIS a escritora (o) anónimo tem Futuro...sim ki çá o NOBEL :))))

beijos

PS muito bem crowe e passo os meninos gostam de morangos com chocolate num há duvida ehehehe
De Passo a 19 de Janeiro de 2005 às 12:55
É sempre bom ver que ha sempre alguem q contribui, e bastante bem por sinal, para melhorar um conto, salvo a modestia, que por si só já era bom ... poderei dizer q esta autor anonimo captou mt bem o "espirito" do conto e "emprestou" uma nova luz ao mesmo ... ficou exelente :-)
De susana a 17 de Janeiro de 2005 às 15:02
Ó Deuses... e estamos no Inverno...fico a aguardar pelos posts de Verão ;)
De DR_NOON a 17 de Janeiro de 2005 às 11:50
Tem que contar este conto,faz-nos viajar,gostei
continuem a contar...
Veste a minha pele
Dança comigo no chão
Entre o teu corpo e o meu
Perdeu-se o tempo da razão.
De Smile_LikeDevilzinha a 15 de Janeiro de 2005 às 10:57
Mas será q ng se lembrou de colocar a bolinha branca, no canto superior direito do texto? Hein Hein ? E agora ? Já li o post !! E não o deveria ter feito !! Aiii credo que eu sou menor e com todas esta sensualidade, sabem o que vai acontecer ? Sabem ? Sr. passo.. menina crowe .. agora vou fazer o que costumam fazer as pessoas lá em casa (qd veem tv), vou tentar imitar :d !! hihihihihih (Joking)
Adorei !!
De Lobaaaaaaaaaaaaaaa a 14 de Janeiro de 2005 às 20:34
Ai...ui...ui...ui... Beijos.
De saphira a 14 de Janeiro de 2005 às 19:26
hummmmmmmmmm ... tou pasmaaaaa.... vocês de facto.. continuem a surpreender-me... fikei fã.... bjo Saphi
De Cass... a 14 de Janeiro de 2005 às 17:28
ai.. ai......... ( suspirando ! ) :P
De La Luna a 14 de Janeiro de 2005 às 16:20
Aiii mês amigos ... mas que conto tão "quente", ehehehe,... este blog tá a escaldar! Gostei muito. Continuem. Beijos "quentes" pa vocês.
De Crowe a 14 de Janeiro de 2005 às 11:01
Pois... eu ate sei onde começo e onde acabo!;)(ihihihih)Gostei da forma como "coloriste" o conto...nunca conseguiria imprimir-lhe o erotismo como o fizeste! Um beijo e até novas colaborações(nunca escolhi um titulo tão acertadamente)!

Comentar post

§Quase tudo Sobre Nós

§ crowe

§ Passo

§pesquisar

 

§Dezembro 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

§Versus recentes

§ Momentos

§ Mais um!!!!

§ Noite

§ Tu e Eu ... Nós

§ Toca-me

§ Para uma amiga

§ Sou do campo

§ Corvo também entra ... co...

§ Aceitam-se sugestões... ;...

§ Mais um desafio

§Já em papirus

§ Dezembro 2008

§ Abril 2008

§ Março 2008

§ Dezembro 2007

§ Novembro 2007

§ Outubro 2007

§ Setembro 2007

§ Junho 2007

§ Maio 2007

§ Abril 2007

§ Março 2007

§ Fevereiro 2007

§ Janeiro 2007

§ Dezembro 2006

§ Novembro 2006

§ Outubro 2006

§ Setembro 2006

§ Julho 2006

§ Junho 2006

§ Maio 2006

§ Abril 2006

§ Março 2006

§ Fevereiro 2006

§ Janeiro 2006

§ Dezembro 2005

§ Novembro 2005

§ Outubro 2005

§ Setembro 2005

§ Agosto 2005

§ Julho 2005

§ Junho 2005

§ Maio 2005

§ Abril 2005

§ Março 2005

§ Fevereiro 2005

§ Janeiro 2005

§ Dezembro 2004

§ Novembro 2004

§participar

§ participe neste blog

blogs SAPO

§subscrever feeds