Quinta-feira, 31 de Março de 2005

Viagem intemporal

lab11.jpg


Viagem no tempo,
sem destino certo,
talvez ao passado,
quem sabe,
um céu aberto,
viajante sem rumo,
procura nas memórias,
de tempos já idos,
as suas estórias.

Olha para o futuro,
inicia a viagem,
novamente sem rumo,
busca uma miragem,
avança e arrisca,
num salto intemporal,
viagem no tempo,
tão irreal.

publicado por crowe às 09:10
link do post | comentar | favorito
|
4 comentários:
De Crowe a 31 de Março de 2005 às 22:07
Hum pudessem todas as viagens ser assim!
De ML a 31 de Março de 2005 às 13:01
se o sonho comanda a vida...sonhemos essa viagem intemporar. Um abraço, poeta ! Miguel
De Causa a 31 de Março de 2005 às 12:44
E não somos nós eternos viajantes ?? Gostei muito deste teu poema :)) Bj na xexinha ;)
De pluma a 31 de Março de 2005 às 10:17
Viajante sem rumo, qd chegas ao destino??? :))) muito bonito e gostei imenso da foto :)) beijo passito

Comentar post

§Quase tudo Sobre Nós

§ crowe

§ Passo

§pesquisar

 

§Dezembro 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

§Versus recentes

§ Momentos

§ Mais um!!!!

§ Noite

§ Tu e Eu ... Nós

§ Toca-me

§ Para uma amiga

§ Sou do campo

§ Corvo também entra ... co...

§ Aceitam-se sugestões... ;...

§ Mais um desafio

§Já em papirus

§ Dezembro 2008

§ Abril 2008

§ Março 2008

§ Dezembro 2007

§ Novembro 2007

§ Outubro 2007

§ Setembro 2007

§ Junho 2007

§ Maio 2007

§ Abril 2007

§ Março 2007

§ Fevereiro 2007

§ Janeiro 2007

§ Dezembro 2006

§ Novembro 2006

§ Outubro 2006

§ Setembro 2006

§ Julho 2006

§ Junho 2006

§ Maio 2006

§ Abril 2006

§ Março 2006

§ Fevereiro 2006

§ Janeiro 2006

§ Dezembro 2005

§ Novembro 2005

§ Outubro 2005

§ Setembro 2005

§ Agosto 2005

§ Julho 2005

§ Junho 2005

§ Maio 2005

§ Abril 2005

§ Março 2005

§ Fevereiro 2005

§ Janeiro 2005

§ Dezembro 2004

§ Novembro 2004

§participar

§ participe neste blog

blogs SAPO

§subscrever feeds