Segunda-feira, 3 de Abril de 2006

Amor

amor.jpg


Amor,
propaga-se no espirito,
multiplica-se na mente,
como se fora a consciência,
a bradar no ser,
num desafio,
vezes sem conta,
o som da alma,
ecoa,
como um clarim da revolta,
que entontece o espirito,
cega a mente,
da consciencia ao ser,
palavra cheia de sentido,
sentimento que aprisiona o corpo,
liberta a alma.

publicado por crowe às 14:11
link do post | comentar | favorito
|
2 comentários:
De crowe a 5 de Abril de 2006 às 21:23
SOpra aqui e ali... sopra de mansinho...
De Pluma(princesavirtual) a 3 de Abril de 2006 às 18:44
Sim senhor que lindo poemaaaa ahhhh muito que não te lia passo manuel...beijosss

Comentar post

§Quase tudo Sobre Nós

§ crowe

§ Passo

§pesquisar

 

§Dezembro 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

§Versus recentes

§ Momentos

§ Mais um!!!!

§ Noite

§ Tu e Eu ... Nós

§ Toca-me

§ Para uma amiga

§ Sou do campo

§ Corvo também entra ... co...

§ Aceitam-se sugestões... ;...

§ Mais um desafio

§Já em papirus

§ Dezembro 2008

§ Abril 2008

§ Março 2008

§ Dezembro 2007

§ Novembro 2007

§ Outubro 2007

§ Setembro 2007

§ Junho 2007

§ Maio 2007

§ Abril 2007

§ Março 2007

§ Fevereiro 2007

§ Janeiro 2007

§ Dezembro 2006

§ Novembro 2006

§ Outubro 2006

§ Setembro 2006

§ Julho 2006

§ Junho 2006

§ Maio 2006

§ Abril 2006

§ Março 2006

§ Fevereiro 2006

§ Janeiro 2006

§ Dezembro 2005

§ Novembro 2005

§ Outubro 2005

§ Setembro 2005

§ Agosto 2005

§ Julho 2005

§ Junho 2005

§ Maio 2005

§ Abril 2005

§ Março 2005

§ Fevereiro 2005

§ Janeiro 2005

§ Dezembro 2004

§ Novembro 2004

§participar

§ participe neste blog

blogs SAPO

§subscrever feeds