Domingo, 19 de Fevereiro de 2006

Crónicas do “engatanço” ou como “engatar” um homem numa loja de revistas num sábado de manhã em que parecemos zombies

 

 


Eu até tenho vergonha de postar este escrito … dada a qualidade e profunda sensibilidade do anterior mas, fui desafiada por isso: Utopia mil desculpas mas tem mesmo de ser! ;)


maca.jpg

 


Bem… vamos então começar e se quiserem acreditem e se não quiserem não acreditem mas está testado que funciona às mil maravilhas é que nem receita de Pantagruel funciona melhor!


Num destes sábados pela manhã vi-me forçada a ir tratar de uns documentos à loja do cidadão e para quem não sabe está sempre atulhada de utentes mas, aos sábados (fim-de-semana), está atulhada de utentes e de familiares e amigos e sei lá acho que até de parasitas (vi uns numa cabeça alheia). Dada a lentidão, e uma vez que ainda faltavam uns cem números até ser atendida e já tinha tudo preenchido inclusive o meu nariz de cheirinho a sovaco… saí para ir tomar um café. Mas, como infelizmente funcionamos a petróleo… ainda faltavam umas 98 pessoas até eu ser atendida. Lembrei-me de ir até uma loja de revistas que ali há perto (muito boa!!!! Acho que se chama Tema). Como sempre dirigi-me às secções que mais me interessam: cinema (tudo normal) e Apple! Aquela secção que nunca tem ninguém de repente começou a estar populosa (dei por isso porque tive de me desviar!) e comecei a ser bombardeada de questões por homens bem parecidos, diga-se a verdade, e se não parecia que tiravam senha… eu tenho um letreiro na testa! (e olhem que não tenho) O último até os conselhos que lhe dei apontou e quase me acompanhava de volta ao “Martírio do cidadão”. Contei a uma amiga (o que eu fui fazer!) e decidimos experimentar novamente…


Ok! Meninas… meninos e etc’s… funciona sempre!


Por isso se querem conhecer homens já sabem: é só entrarem numa loja de revistas (quiosque não serve porque não tem revistas da especialidade, só tem de PC) e começar a folhear uma revista sobre MAC. Melhor mesmo é pegar em duas e fingir que comparam o conteúdo! ;)


E eis que aqui deixo o conselho de amiga … Já agora na Fnac, com os ditos computadores por perto funciona ainda melhor! ;)


 

Fiquem bem… e Mac   forever!

imac20in.jpg
publicado por crowe às 19:56
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|
Segunda-feira, 13 de Fevereiro de 2006

A essência das coisas

O ser humano é um lugar estranho. Há desde muito tempo que tenho tentado chegar a uma conclusão abalizada sobre aquilo que é a força mais poderosa que o ser humano já experimentou. Por ser antigo, ter barbas, e ser um senhor respeitável, o Tempo lidera esta tabela. O tempo cura tudo, segundo dizem. Tal cariz terapêutico teria que ser tido, logicamente, em linha de conta, aquando de dissertações acerca desta matéria. Pessoas como eu consideram também o sentimento de perda uma coisa a classificar na lista das emoções poderosas, se bem que não tão positivas. Devasta tudo à sua frente, não se compadece com bondades ou sensibilidades, é um demónio célere na escravatura mas avaro na libertação. Mascara sentimentos, que tidos em dias felizes eram duvidáveis, transformando-os na certeza mais horripilante que alguém pode sentir. Apenas porque chove agora e parece que as certezas mais ou menos cataclismicas brotam que nem cogumelos nestas alturas? E se os sentimentos não eram duvidáveis, mesmo nos dias felizes? O tempo, mais uma vez, apazigua tudo e cola os cacos, apanha os cogumelos. É um senhor poderoso o Tempo, braço direito da Natureza e do Pai de tudo, é um senhor truculento, acirra-nos o ódio, mas também nos purifica a alma. O amor. Ah sim, o amor. O romantismo inerente a esta emoção empola ainda mais a sua força. O amor é o destruidor mor, a intempérie que parece nunca ter fim, quando se alia ao sentimento de perda. Juntos, testam as sanidades e as vontades mais fortes, vergando-as até à sua expressão mais infíma. Faz-nos sentir do tamanho e com a importãncia de uma amiba. Mas o amor não é só isto. Apesar de ser mais jovem que o Tempo, apesar de ser mentiroso e assassino, o amor ainda é a razão pela qual o Tempo existe. Para o provar, para o desmentir, para o fazer morrer e ressuscitar. O tempo e o amor têm uma relação que nunca será bem percebida, uma ligação cúmplice que aponta o caminho e o desnorteia a seguir. Todos nós, pequenos seres, similares na nossa insignificância, apenas podemos esperar ser bafejados por um e pelo outro.
publicado por crowe às 23:54
link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito
|
Quarta-feira, 8 de Fevereiro de 2006

Adormeci

sonho5.jpg



Adormeci,
sonhei,
sonhei contigo,,
teu corpo nu,
encostado ao meu,
envolvia-me,
tua pele acariciava a minha,
num terno abraço,
despertando o fogo que arde em mim,
nossas bocas colaram-se em beijos,
minhas mãos percorreram teu corpo,
sentindo teu calor,
olhei-te nos olhos
vi o teu desejo,
minha lingua seguiu teus contornos,
senti-te arrepiar,
gemer,
nossos corpos entrelaçados,
dançaram ao som do prazer,
até á exaustão.
Adormeci,
sonhei,
sonhei contigo,
tua cabeça repousava no meu peito,
adormeçeras comigo.
publicado por crowe às 13:15
link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito
|

§Quase tudo Sobre Nós

§ crowe

§ Passo

§pesquisar

 

§Dezembro 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

§Versus recentes

§ Momentos

§ Mais um!!!!

§ Noite

§ Tu e Eu ... Nós

§ Toca-me

§ Para uma amiga

§ Sou do campo

§ Corvo também entra ... co...

§ Aceitam-se sugestões... ;...

§ Mais um desafio

§Já em papirus

§ Dezembro 2008

§ Abril 2008

§ Março 2008

§ Dezembro 2007

§ Novembro 2007

§ Outubro 2007

§ Setembro 2007

§ Junho 2007

§ Maio 2007

§ Abril 2007

§ Março 2007

§ Fevereiro 2007

§ Janeiro 2007

§ Dezembro 2006

§ Novembro 2006

§ Outubro 2006

§ Setembro 2006

§ Julho 2006

§ Junho 2006

§ Maio 2006

§ Abril 2006

§ Março 2006

§ Fevereiro 2006

§ Janeiro 2006

§ Dezembro 2005

§ Novembro 2005

§ Outubro 2005

§ Setembro 2005

§ Agosto 2005

§ Julho 2005

§ Junho 2005

§ Maio 2005

§ Abril 2005

§ Março 2005

§ Fevereiro 2005

§ Janeiro 2005

§ Dezembro 2004

§ Novembro 2004

§participar

§ participe neste blog

blogs SAPO

§subscrever feeds